Rússia pede que Israel e Hamas parem os ataques

Moscou, 27 dez (EFE).- A Rússia pediu hoje que Israel pare os bombardeios na Faixa de Gaza e que o movimento islâmico palestino Hamas deixe de atacar com foguetes o território israelense, a fim de romper o círculo vicioso da violência.

EFE |

Segundo um comunicado oficial de Andrei Nesterenko, porta-voz do Ministério de Assuntos Exteriores russo, publicado no site ministerial, "Moscou considera necessário parar com urgência as ações de força maciças contra Gaza, que já causaram várias vítimas e sofrimentos à população civil palestina".

A nota pede também ao Hamas que "pare os ataques com foguetes contra o território de Israel".

"Estamos convencidos de que a tarefa mais urgente é frear o confronto armado, restabelecer a tranqüilidade e evitar o horror e o sofrimento da população civil em ambos os lados", acrescentou.

A Rússia, como membro do Quarteto de Madri para o Oriente Médio, junto com Estados Unidos, ONU e União Européia, "continuará em diversos formatos seus esforços para romper o círculo vicioso da violência".

O fim das hostilidades "é uma condição indispensável para resolver os problemas existentes pela via das negociações", concluiu o texto.

Israel realizou hoje um bombardeio em massa contra instalações do Hamas em Gaza, que deixou pelo menos 160 mortos e centenas de feridos, e depois os islamitas começaram a lançar foguetes artesanais e bombas contra cidades israelenses. EFE si/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG