Moscou, 13 ago (EFE).- O presidente russo, Dmitri Medvedev, ordenou hoje condecorar com a Cruz de São Jorge os soldados russos que realizarem atos de heroísmo durante operações de paz em países estrangeiros, informou o Kremlin.

Medvedev assinou este decreto um dia após interromper a ofensiva militar russa na Geórgia, que Moscou declarou operação de "imposição da paz", para defender das tropas georgianas a separatista Ossétia do Sul, cuja população tinha recebido a nacionalidade russa.

De acordo com a norma anterior, a Rússia condecorava com a Ordem de São Jorge oficiais de alta categoria, e com a Cruz de São Jorge outros militares de menor categoria por seu heroísmo na defesa do país contra uma agressão externa.

O chefe do Kremlin estendeu esta normativa aos militares que realizarem atos de heroísmo "ao participar de ações de combate em território de outros Estados, em operações de restabelecimento da paz e da segurança internacional".

O Ministério da Defesa da Rússia reconheceu hoje que 74 militares russos morreram e outros 171 ficaram feridos durante os combates contra o Exército da Geórgia, país no qual Moscou, segundo Tbilisi, introduziu 30 mil soldados e mil unidades de armamento pesado. EFE si/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.