O chefe da diplomacia russa, Serguei Lavrov, desmentiu neste domingo as acusações americanas de que seu país esteja tentando derrubar o presidente pró-ocidental georgiano, Mikhail Saakashvili.

Lavrov avaliou que a secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, "interpretou mal" suas afirmações sobre o presidente georgiano, durante um telefonema, em uma nota que a assessoria de imprensa do Kremlin transmitiu à AFP.

No domingo, o embaixador dos Estados Unidos na ONU, Zalmay Khalilzad, acusou Moscou de querer derrubar o regime georgiano, por intermédio do conflito entre Geórgia e Rússia pela região separatista da Ossétia do Sul.

Khalilzad disse que seu colega russo, Vitali Churkin, citou comentários de Lavrov, sugerindo que o presidente georgiano "deveria partir", na conversa com Rice.

Para o embaixador americano na ONU, isso é "completamente inaceitável e supera os limites".

ant/tt

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.