NY Times - Mundo - iG" /

Rússia levou à Ossétia do Sul mísseis balísticos táticos, diz NY Times

Washington, 18 ago (EFE) - A Rússia levou à Ossétia do Sul vários equipamentos para o lançamento de mísseis balísticos táticos SS-21 e veículos de provisão, informou hoje o jornal americano The New York Times.

EFE |

O periódico, que atribuiu a informação a funcionários que viram relatórios dos serviços de inteligência, indicou que a partir das novas posições de lançamento ao norte de Tbilisi, a capital da Ossétia do Sul, esses mísseis poderiam alcançar alvos em quase toda a Geórgia, incluindo a capital.

Um porta-voz da Casa Branca, Gordon Johndroe, não quis comentar, especificamente, sobre as unidades ou equipamentos que a Rússia mantém na Ossétia do Sul.

"Mas lhes digo isto bem claro: se a Rússia entrou (na Geórgia) depois de 6 de agosto, tem que sair", acrescentou.

"Desta forma, os russos estariam cumprindo seu compromisso de se retirar", destacou o porta-voz.

O SS-21 é um míssil balístico, de uma só carga, com combustível sólido, para uso de curto alcance no campo de batalha e está desenhado para seu emprego tático e seu lugar junto a forças convencionais.

O sistema é eficaz contra unidades militares e concentrações de tropas com sua carga de fragmentação, e também pode ser usado para destruir equipamentos elétricos, aeródromos e instalações militares com outras opções de munição.

O "New York Times" afirmou que o deslocamento dos lançadores para mísseis SS-21 à Ossétia do Sul "aparentemente tem o propósito de fortalecer o controle russo sobre o território" da Geórgia.

"Em vez de diminuir as forças na Ossétia do Sul, os russos estiveram consolidando sua presença ali com o local dos lançadores de mísseis SS-21, e a instalação de mísseis terra-ar perto de seu quartel-general militar em Tbilisi", afirmou o jornal. EFE jab/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG