A Rússia lançou nesta quarta-feira no cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, um míssil balístico intercontinental RS-18 colocado em serviço há 31 anos, permitindo assim o prolongamento do prazo de exploração desse tipo de armamento.

AP
RS-18 durante lançamento
O primeiro míssil da série RS-18 (SS-19 Stiletto, segundo a classificaçao da Otan) foi colocado em funcionamento em 1975. Ele tem capacidade para seis ogivas.

Moscou se opõe aos planos americanos de instalação de um sistema de defesa antimísseis nos antigos territórios do bloco soviético, como Polônia e República Tcheca, e ameaça responder com ataques dirigidos contra esses encraves.

Para os russos, a instalação deste sistema tão perto de suas fronteiras é uma ameaça direta, enquanto que Washington afirma querer se proteger dos atos terroristas de outros países, como o Irã.

Leia mais sobre Rússia


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.