Rússia interrompe fornecimento de petróleo para Belarus

Por Dmitry Zhdannikov MOSCOU (Reuters) - A Rússia interrompeu o suprimento de petróleo para refinarias bielo-russas depois de os termos sobre o fornecimento para 2010 não terem sido acordados, afirmaram fontes do mercado neste domingo. A ameaça é que se repita uma disputa de anos atrás quando a Europa sofreu com problemas de fornecimento.

Reuters |

As entregas para as refinarias da Belarus foram suspensas depois de diferenças nas negociações sobre o tema durante a virada do ano, afirmaram dois representantes de empresas russas à Reuters.

O fluxo para outras partes da Europa não foi até agora afetado, mas a Alemanha e a Polônia acompanham a situação, já que o fornecimento para algumas de suas importantes refinarias foi cortado depois de uma disputa similar entre Moscou e Minsk em janeiro de 2007.

As discussões sobre uma nova estrutura de preços para 2010 recomeçou no sábado e continua neste domingo, segundo Igor Dyomin, porta-voz da empresa russa Transneft.

Políticos europeus costumam acusar Moscou de usar o seu poder energético como uma ferramenta para intimidar os seus vizinhos.

A Rússia diz que está simplesmente adotando gradualmente padrões de mercado, depois de ter subsidiado os seus vizinhos por anos.

Um quinto do gás europeu vem da Rússia via Ucrânia e Belarus. Grande quantidade de petróleo russo também vem por dutos que atravessam as duas ex-repúblicas soviéticas.

Segundo operadores do mercado, refinarias bielo-russas teriam petróleo estocado para manter as suas operações por cerca de uma semana.

"Em Belarus, eles dizem que, quando termina o feriado na segunda-feira, Lukashenko volta e decide o que fazer", disse um operador, em referência ao líder do país Alexader Lukashenko. O feriado na Rússia vai até 11 de janeiro, enquanto Belarus volta às atividades nesta segunda.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG