Rússia insiste que Geórgia assine tratado de não-uso da força

MOSCOU (Reuters) - A Rússia exigiu na terça-feira que a Geórgia assine um documento em que assuma legalmente o não-uso da força e disse que as forças georgianas devem retornar às suas bases permanentes para que o plano internacional de paz possa funcionar. Será necessário que assinem um tratado legal de não-uso da força, disse o ministro russo das Relações Exteriores, Sergei Lavrov. Ele acrescentou que a Geórgia deve mandar suas tropas de volta a suas bases permanentes.

Reuters |

Repórteres perguntaram ao ministro o que acontecerá caso a Geórgia se recuse a concordar com o plano de paz com seis pontos, apoiado pelo presidente russo, Dmitry Medvedev. Lavrov respondeu: 'Seremos forçados a tomar outras medidas para prevenir qualquer repetição da situação que emergiu devido à ultrajante agressão georgiana'.

(Por Oleg Shchedrov)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG