Rússia expulsa adidos militares de Embaixada americana em Moscou

Washington, 8 mai (EFE).- O Departamento de Estado americano informou hoje que a Rússia ordenou a expulsão de dois adidos militares da Embaixada dos Estados Unidos em Moscou.

EFE |

"Pediram que deixassem o país. Rejeitamos esta decisão, mas cumpriremos a solicitação da Rússia", assinalou um funcionário do Departamento de Estado americano, sob a condição do anonimato, à imprensa local.

A fonte se recusou explicar a razão pela qual a Rússia ditou a ordem de expulsão dos dois diplomatas americanos, e assinalou não saber se já deixaram o país.

A expulsão dos dois adidos militares foi ordenada pela Rússia em 28 abril.

"Nenhum deles foi declarado persona non grata, mas lhes pediram que saíssem (da Rússia). Atualmente, não temos mais detalhes", assinalou o funcionário.

A decisão de Moscou ocorre depois que um funcionário militar russo teve que abandonar os Estados Unidos em novembro passado, e outro em 22 de abril deste ano.

No entanto, as autoridades americanas rejeitam que haja uma conexão entre esses fatos e a nova expulsão dos dois adidos militares americanos da Rússia. EFE cai/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG