Rússia espera que renúncia de Musharraf não leve o Paquistão a uma nova crise

Moscou, 18 ago (EFE).- A Rússia afirmou hoje que espera que a renúncia do presidente do Paquistão, Pervez Musharraf, não leve esse país a uma nova crise de instabilidade política interna.

EFE |

"A Rússia espera que a situação no Paquistão não saia do terreno constitucional e se mantenha no marco da lei e da ordem", afirma um comunicado do Ministério de Exteriores russo.

A Chancelaria russa também diz confiar em que, apesar do ocorrido, será mantida a tendência "positiva" nas relações entre Moscou e Islamabad.

Musharraf, que assumiu o poder em outubro de 1999 graças a um golpe de Estado, anunciou hoje sua renúncia para evitar uma maior "instabilidade".

Recentemente, o Governo antecipou que iniciaria no Parlamento um processo de impugnação contra Musharraf por ele violar a Constituição. EFE io/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG