Rússia espera que a visita de Raúl Castro impulsione as relações bilaterais

Moscou, 16 jan (EFE).- O presidente russo, Dmitri Medvedev, expressou nesta sexta-feira sua esperança de que a anunciada visita este ano de seu colega cubano, o general Raúl Castro, a Moscou dê um novo impulso à cooperação bilateral.

EFE |

"Nossa amizade e confiança passaram pela prova do tempo e constituem um fundamento sólido para o desenvolvimento das relações entre Rússia e Cuba. Espero que a próxima visita à Rússia do presidente do Conselho de Estado e de Ministros, Raúl Castro, dê um importante impulso em nossas relações bilaterais", ressaltou.

Medvedev fez esta declaração em cerimônia realizada no Kremlin, durante a qual recebeu as cartas credenciais de 14 novos embaixadores em Moscou, entre eles o chefe da missão diplomática de Cuba, Juan Valdés Figueroa.

Acrescentou que continuamente estão sendo desenvolvidos novos projetos conforme os acordos alcançados no curso de sua visita a Havana no mês passado de novembro, durante a qual se reuniu com Raúl Castro e também com o líder cubano Fidel Castro, segundo a agência "RIA Novosti".

Por ocasião dessa visita, e antes de retornar a Moscou, o presidente russo confirmou o anúncio que Raúl Castro viajará à Rússia em 2009 para assinar novos convênios bilaterais. EFE egw/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG