Rússia espera discutir com UE sobre Geórgia antes de novembro

Bruxelas, 2 out (EFE).- A Rússia confiou hoje que a adiada reunião com a União Européia (UE) para seguir com a negociação estratégica sobre um acordo envolvendo a Geórgia possa acontecer no final deste mês, devido ao progresso na aplicação do plano de seis pontos para o Cáucaso.

EFE |

O embaixador russo perante a União Européia (UE), Vladimir Chizov, afirmou que o plano promovido pelo presidente francês, Nicolas Sarkozy, está sendo aplicando "com sucesso" e que, por isso, não vê "nenhuma razão" para que a segunda sessão negociadora entre Bruxelas e Moscou não aconteça "antes do final do mês".

A cúpula extraordinária da UE de 1º de setembro acordou adiar a segunda rodada negociadora prevista para meados desse mês até que a Rússia retornasse suas tropas às posições anteriores à eclosão do conflito na Geórgia.

O embaixador russo afirmou, em coletiva imprensa, que para 10 de outubro "todas as tropas terão se retirado" até as linhas anteriores ao início do conflito.

Por isso, reiterou que a segunda rodada negociadora com a UE deve acontecer, se não em outubro, pelo menos antes da cúpula entre UE e Rússia que será realizada em 14 de novembro em Nice, na França.

Para Chizov, a conferência internacional de Genebra que deve resolver o futuro da Geórgia deve ter a presença das regiões separatistas da Ossétia do Sul e da Abkházia.

"Sem a participação de representantes da Ossétia do Sul e da Abkházia as discussões não terão nenhum sentido", reiterou. EFE rcf/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG