Moscou, 13 jan (EFE).- O presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, ordenou hoje o envio ao Haiti de um avião de transporte com um hospital de campanha, alimentos e remédios para as vítimas do terremoto desta terça-feira.

Em conversa por telefone com o ministro de Situações de Emergência, Serguei Shoigu, Medvedev pediu que ele se encarregasse pessoalmente do assunto, como informa o Kremlin em comunicado.

Pouco antes, o chefe de Estado russo expressou ao presidente do Haiti, Rene Préval, suas condolências pelas vítimas do tremor.

Segundo o Kremlin, cinco integrantes do contingente de policiais russos da ONU participam dos trabalhos de resgate e ajuda humanitária.

O poderoso terremoto aconteceu às 19h53 (Brasília) de terça-feira e teve epicentro a 15 quilômetros de Porto Príncipe, a capital do Haiti.

O Exército brasileiro confirmou que pelo menos 11 militares do país que participam da Missão de Estabilização das Nações Unidas no Haiti (Minustah) morreram em consequência do terremoto, enquanto pelo menos cinco outros ficaram feridos.

A brasileira Zilda Arns, fundadora e coordenadora da Pastoral da Criança, ligada à Igreja Católica, também morreu no terremoto. EFE io/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.