Rússia envia condolências a Paquistão e oferece apoio

Moscou - O presidente russo, Dmitri Medvedev, enviou hoje uma mensagem de condolências ao chefe de Estado paquistanês, Asif Ali Zardari, pelo atentado suicida que matou na sexta-feira cerca de 90 mortos no noroeste do Paquistão e ofereceu o apoio da Rússia na luta antiterrorista.

EFE |

"Com grande dor, soube da notícia sobre as novas ações criminosas dos extremistas, sobre o atentado terrorista de grande envergadura em uma partida de vôlei na localidade de Laki Marwat", afirma a carta de Medvedev, divulgada pela Presidência russa.

O chefe do Kremlin disse que os russos estão indignados com este "novo crime dos terroristas, que no mundo todo têm o mesmo selo sangrento: uma crueldade ilimitada e um absoluto desprezo pelas vidas humanas que sacrificam em prol de seus mesquinhos interesses".

Medvedev expressou seu convencimento de que, no Paquistão, será dada "uma resposta digna das forças destrutivas" e que estas não conseguirão colocar obstáculos aos esforços para estabilizar a situação nesse país.

O presidente russo ressaltou que "todos os Estados interessados na paz e na estabilidade devem atuar em uma frente comum contra a ameaça global do terrorismo".

Leia mais sobre: Paquistão

    Leia tudo sobre: atentadopaquistãorússia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG