Rússia e Geórgia fecham embaixadas após ruptura de relações diplomáticas

As embaixadas da Rússia em Tbilisi e da Geórgia em Moscou fecharam suas portas após a decisão georgiana de romper relações diplomáticas bilaterais, informaram nesta quarta-feira fontes oficiais e agências de notícias.

AFP |

"Desde ontem (terça-feira), a embaixada da Rússia na Geórgia deixou de funcionar. O consulado também foi fechado, a espera de instruções de Moscou", disse à AFP por telefone o assessor de imprensa da missão russa em Tbilisi, Alexander Savonov.

O ministério russo das Relações Exteriores indicou por sua vez que suspendeu a concessão de vistos a cidadãos da Geórgia.

"Desempenhamos até agora dignamente nossas funções na Geórgia e entregamos vistos a cidadãos da Geórgia, mas agora este processo está suspenso", disse um responsável russo.

Em Moscou, o encarregado de negócios georgiano, Givi Shugarov, disse à agência Interfax que a representação de seu país na capital russa também encerrou as atividades diplomáticas", mas que o consulado continua "trabalhando normalmente".

O governo georgiano anunciou dia 29 de agosto a ruptura das relações diplomáticas com a Rússia, mas a decisão só foi oficializada na terça-feira.

A Geórgia manteve o consulado na Rússia, embora vá dificultar a concessão de vistos a cidadãos russos a partir de 8 de setembro.

A Rússia enviou este mês tropas para ajudar a república separatista georgiana de Ossétia do Sul a recusar a ofensiva militar das autoridades de Tbilisi.

Moscou reconheceu a independência da Ossétia do Sul e da Abkházia, outro território separatista pró-russo.

A decisão gerou protestos tanto na Geórgia como nos países do Ocidente.

im-mm/lm/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG