Rússia e EUA podem chegar a acordo antimísseis, segundo Moscou

Moscou, 19 mar (EFE).- Os Estados Unidos e a Rússia têm todas as chances de chegar a um acordo sobre os problemas relativos à defesa antimísseis, afirmou hoje, durante entrevista coletiva, o porta-voz do Ministério de Assuntos Exteriores russo, Andrei Nesterenko.

EFE |

No entanto, Nesterenko destacou que, até o momento, ainda há inquietações quanto ao caráter do futuro sistema de defesa antimísseis dos EUA, motivo pelo qual a Rússia terá que considerar este fator no momento de decidir sua política sobre o tema.

O porta-voz disse que Moscou considera que os planos dos EUA de instalar elementos de seu escudo antimísseis na República Tcheca e na Polônia representam uma ameaça direta às forças russas de contenção estratégica.

Nesterenko declarou que Moscou "tomou conhecimento" da decisão do Governo da República Tcheca de interromper o processo de aprovação no Poder Legislativo do lugar para a instalação de um radar antimísseis americano em solo tcheco, devido à falta de apoio parlamentar.

Segundo o porta-voz, a Rússia acredita que o ocorrido "é um reflexo dos ânimos que prevalecem na sociedade tcheca".

Nesterenko também se referiu aos problemas de desarmamento, em particular ao Tratado sobre a Redução de Armas Estratégicas (Start-1), que expira em dezembro deste ano.

De acordo com o porta-voz, "o prolongamento automático do atual tratado, que já foi cumprido, poderia ser contraproducente".

Nesterenko acrescentou que a Rússia defende a diminuição da quantidade de armamento estratégico e que um próximo tratado deve levar em conta o problema dos foguetes com cargas convencionais. EFE bsi/bba/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG