Rússia e China: negociações com Coreia do Norte são única alternativa

Rússia e China estão convencidas de que a única alternativa para a questão da Coreia do Norte são as negociações entre os seis países que tentam convencê-la a desistir de seu programa nuclear, anunciou neste sábado o ministério russo das Relações Exteriores após um encontro sino-russo.

AFP |

"As partes estão convencidas de que não há alternativa às negociações a seis, que continuam sendo um instrumento eficaz para solucionar o problema nuclear da península coreana. Além disso, pedem que elas sejam retomadas o mais cedo possível", destaca o ministério russo em um comunicado.

O encontro aconteceu entre os vice-ministros das Relações Exteriores dos dois países, segundo o texto.

As negociações entre os seis países (as duas Coreias, Estados Unidos, China, Japão e Rússia), sob os auspícios de Pequim, começaram em agosto de 2003. O objetivo era convencer o regime comunista a renunciar a seus planos de desenvolver armas nucleares em troca de ajuda energética.

A Coreia do Norte, no entanto, se retirou da mesa de negociações em abril, após o Conselho de Segurança das Nações Unidas a condenar pelo lançamento de um foguete no dia 5 do mesmo mês.

Neste sábado, Pyongyang lançou uma série de mísseis de curto alcance com a intenção óbvia de provocar os Estados Unidos, que celebram sua Independência.

Foi a segunda vez em uma semana que os norte-coreanos fizeram disparos deste tipo de míssil.



Leia mais sobre Coreia do Norte

    Leia tudo sobre: chinacoréia do nortemissilrússia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG