Rússia e Belarus criarão sistema único de defesa antiaérea

Moscou, 3 fev (EFE).- Os presidentes da Rússia, Dmitri Medvedev, e Belarus, Aleksandr Lukashenko, anunciaram a intenção de criar um sistema único de defesa antiaérea, que incluirá mísseis interceptores e aviões.

EFE |

"Este sistema aumentará consideravelmente a capacidade defensiva de Rússia e Belarus", disse Medvedev após a reunião com Lukashenko no Kremlin, segundo as agências russas.

O acordo será assinado ainda hoje, durante um encontro dos de representantes dos dois países em Moscou.

Segundo Lukashenko, o acordo também inclui cooperação militar bilateral e a venda de armamento.

O sistema de defesa antiaérea terá cinco aviões, dez estações de foguetes interceptores e cinco faixas de rádio.

O comandante-em-chefe da Força Aérea Russa, general Aleksandr Zelin, comentou que o sistema reforçará o controle do espaço aéreo nas fronteiras ocidentais da Rússia e Belarus - ou seja, dos países bálticos até Ucrânia.

O chefe da comissão de Defesa da Duma (câmara baixa do Parlamento russo), Víctor Zavarzin, disse que a junção de forças "será um fator dissuasório perante possíveis ameaças procedentes do exterior".

Segundo a imprensa russa, o acordo é uma resposta aos planos americanos de implantar elementos estratégicos de seu escudo antimísseis na Polônia e República Tcheca, considerado por Moscou como uma "ameaça direta" para sua segurança.

Belarus faz fronteira com Rússia, Ucrânia, Lituânia, Letônia e Polônia - estes três últimos países-membros da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan). EFE io/dp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG