Rússia diz que pode apoiar sanções ao Irã

MOSCOU (Reuters) - A Rússia pode apoiar sanções adicionais ao Irã, mas qualquer medida deve ser focada apenas em evitar a proliferação de armas nucleares, sem afetar a população civil, disse a chancelaria russa na quinta-feira. O porta-voz Andrei Nesterenko declarou que a Rússia continua empenhada em resolver o impasse com o Irã pelo diálogo.

Reuters |

"Se não houver progresso visível nessa direção, então não excluímos a possibilidade de colocar uma pressão adicional sobre os iranianos com a ajuda de sanções", disse ele na sua conversa semanal com jornalistas em Moscou.

"Mas (...) tais sanções devem ser direcionadas exclusivamente à resolução das tarefas de não-proliferação, e não destinadas à sufocação financeira e econômica desse país."

Rússia e China, que têm poder de veto no Conselho de Segurança da ONU, habitualmente relutam em aceitar novas sanções contra o programa nuclear do Irã, conforme deseja o Ocidente. Teerã refuta as suspeitas ocidentais de que estaria tentando desenvolver armas nucleares.

(Reportagem de Conor Humphries)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG