Moscou, 17 set (EFE).- O Ministério de Assuntos Exteriores da Rússia disse hoje que a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) encoraja a Geórgia a novas aventuras, ao aumentar o nível de suas relações com Tbilisi.

"Consideramos que, nas atuais condições, a realização de reuniões entre a Otan e Tbilisi é inoportuna, e não contribui com os interesses da estabilidade na região", afirma a Chancelaria russa em declaração divulgada pelas agências locais.

O comunicado da diplomacia russa é divulgado no dia seguinte à visita do secretário-geral da Otan, Jaap de Hoop Scheffer, à capital georgiana.

Durante a visita, foi criada a Comissão Geórgia-Otan, que "aprofundará e reforçará a cooperação entre as duas partes", disse Scheffer.

"Para nós, os passos para aumentar o nível das relações entre a Otan e a Geórgia são um estímulo a novas aventuras", disse o Ministério de Exteriores.

Segundo a diplomacia russa, Moscou tinha recebido anteriormente a garantia de que a concessão à Geórgia do status de "diálogo intenso" permitiria "um trabalho mais eficaz com (o presidente) Mikhail Saakashvili e serviria para prevenir ações irresponsáveis de sua parte".

"Todo mundo sabe o que aconteceu depois disto", afirmou a Chancelaria russa, em alusão ao ataque lançado pelas tropas georgianas no dia 8 de agosto contra a região separatista da Ossétia do Sul, o que levou a Rússia a entrar no conflito. EFE bsi/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.