Rússia diz que novo acordo nuclear com EUA é prioridade

GENEBRA - Um acordo bem-sucedido com os Estados Unidos sobre o Tratado de Redução de Armas Estratégicas (Start 1, na sigla em inglês) é uma prioridade e precisa incluir os sistemas de lançamento assim como as ogivas nucleares, disse no sábado o ministro das Relações Exteriores da Rússia.

Redação com agências internacionais |

O ministro russo deu essas declarações durante uma conferência sobre desarmamento organizada pela Organização das Nações Unidas, um dia depois de conversas bilaterais com a secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton.

Sergei Lavrov afirmou ainda que a comunidade internacional chegou ao momento certo para realizar avanços reais na questão do desarmamento.

"Não podemos perder esta oportunidade. Pela primeira vez desde a Guerra Fria, é o momento certo para colocar o processo de desarmamento global de volta no topo da agenda internacional", disse Lavrov.

Ele reforçou o pedido da Rússia para que o Oriente Médio se torne uma área livre de armas nucleares e, eventualmente, sem qualquer tipo de armas de destruição em massa.

Durante o discurso, o chanceler russo pediu ainda que o governo de Barack Obama ratifique um acordo global que proíbe a realização de testes nucleares subterrâneos.

Na sexta-feira, depois de um encontro com a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, os dois países afirmaram que pretendem alcançar um acordo para substituir o chamado Start, até o final do ano.

Na ocasião, o chanceler russo descreveu o atual acordo para o desarmamento - que expira no próximo mês de dezembro - como "obsoleto".

Pelo Start I, assinado em 1991 pela então União Soviética e os EUA, os dois países se comprometeram a limitar em 6 mil o número de ogivas nucleares para cada um dos lados, assim como em 1.600 o número de mísseis e bombardeiros.

O acordo foi seguido pelo Start II, que, no entanto, nunca foi colocado em prática.

(*com informações da Reuters e BBC)

Leia mais sobre Rússia

    Leia tudo sobre: guerra fria

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG