A Rússia advertiu nesta terça-feira que não poderá se manter à margem se ocorrerem tensões entre a Geórgia e sua região separatista da Ossétia do Sul, informou o embaixador especial ante o ministério russo das Relações Exteriores.

"Se os acontecimentos se desenvolveram segundo o cenário militar mais sombrio, a Rússia não poderá se manter à parte, levando em conta que há cidadãos russos que vivem na Ossétia do Sul, em particular na zona de conflito", afirmou Iuri Popov.

vl/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.