Rússia diz que EUA sequestraram russo suspeito de narcotráfico

Ministério russo das Relações Exteriores diz que cidadão russo foi "sequestrado" na Libéria e levado para prisão americana

AFP |

O ministério russo das Relações Exteriores acusou nesta quarta-feira os Estados Unidos do sequestro de um cidadão russo detido na Libéria por sua suposta participação em uma rede de narcotraficantes que exportava cocaína colombiana da Venezuela e que foi levado para o país americano.

"Trata-se de fato do sequestro de um cidadão russo no território de um terceiro país", queixou-se o ministério russo em um comunicado, no qual também afirma que o traslado do detido para os Estados Unidos "poderia ser considerado um ato arbitrário deliberado".

Em 28 de maio passado, o cidadão russo Konstantin Iarochenko, piloto de um avião cargueiro, foi detido na Monróvia e levado imediatamente para os Estados Unidos. Três dias depois, o ministro da Defesa da Libéria, Brownie Samukai, revelou a prisão em Monróvia de sete pessoas e sua extradição para os Estados Unidos.

Por sua parte, as autoridades americanas anunciaram no mesmo dia o desmantelamento de uma importante rede narcotraficante que exportava cocaína colombiana da Venezuela para a Europa através de conexões na África.

    Leia tudo sobre: NarcotráficoBrasilUruguai

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG