Rússia confirma retorno dos aviões de guerra para as bases

Moscou, 22 ago (EFE).- O chefe adjunto do Estado-Maior Geral das Forças Armadas da Rússia, Anatoli Nogovitsin, confirmou hoje o retorno às bases dos aviões de guerra russos que participaram do conflito com a Geórgia.

EFE |

"O esquadrão já está em seu aeroporto e disposto a cumprir as tarefas que forem colocadas", disse Nogovitsin, em entrevista coletiva, citado pela agência "Interfax".

Precisamente, 25 aviões de ataque e três caças que participaram da operação militar retornaram na quinta-feira à noite para os lugares onde ficam normalmente.

A Aviação russa bombardeou várias cidades georgianas, incluindo um posto de controle de vôos civis e militares posicionado na capital georgiana, Tbilisi.

Nogovitsin também falou dos planos de estabelecer quase 20 postos militares adicionais para os soldados de paz russos entre o território administrado por Tbilisi e as regiões separatistas da Ossétia do Sul e da Abkházia.

Sobre isso, ressaltou que o estabelecimento dessa zona de segurança é "legítima", e que a Rússia não tem que pedir permissão de Tbilisi para isso.

Além disso, o general russo denunciou o fato de que o orçamento militar georgiano tenha sido multiplicado por 50 desde que o presidente Mikhail Saakashvili chegou ao poder na Geórgia, no final de 2003.

"O número de efetivos das Forças Armadas georgianas duplicou durante o período 2006-07 (...). A despesa real com fins militares, segundo algumas estimativas, já supera 8,5% do Produto Interno Bruto", disse. EFE io/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG