ingerência externa na Bolívia - Mundo - iG" /

Rússia condena ingerência externa na Bolívia

A Rússia qualificou nesta quarta-feira de inaceitável qualquer tentativa de ingerência externa no conflito na Bolívia, e afirmou que a integridade territorial do país andino tem que ser protegida.

AFP |

"Consideramos inaceitáveis as tentativas de ameaçar a integridade territorial da Bolívia, assim como qualquer forma de ingerência externa nos assuntos deste país latino-americano soberano", declarou o ministério russo das Relações Exteriores em comunicado.

"Condenamos as ações levando à desestabilização da ordem constitucional e à divisão da sociedade boliviana, que afetam a unidade e a integridade do país", prosseguiu a chancelaria neste comunicado.

Pelo menos 18 pessoas morreram e cerca de cem ficaram feridas quinta-feira passada em confrontos entre partidários do presidente boliviano Evo Morales e militantes da oposição no departamento de Pando (norte), na fronteira com o Brasil.

A Rússia reforçou sua cooperação militar com a Venezuela, aliada da Bolívia. O presidente venezuelano, Hugo Chávez, disse no dia 11 de setembro que apoiará grupos armados na Bolívia se seu amigo Evo Morales "for assassinado ou derrubado" por um golpe de Estado.

dt/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG