Rússia anuncia novo sistema de defesa nuclear

O presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, anunciou planos para construir um sistema de defesa nuclear mais moderno que deverá iniciar suas operações em 2020 e incluir um sistema de defesa aeroespacial e novos submarinos nucleares - equipados com mísseis. O presidente russo quer que os comandantes militares do país submetam seus planos ao governo até dezembro.

BBC Brasil |

"Temos que garantir a defesa nuclear sob várias condições políticas e nucleares até 2020", disse Medvedev a comandantes militares.

O anúncio é realizado semanas depois de a Rússia acusar os Estados Unidos de iniciar uma nova corrida armamentista ao anunciar os planos de instalar um escudo de defesa antimísseis na Europa Oriental.

O governo russo acusou Washington de usar o escudo para construir "um anel de aço" em volta da Rússia e prejudicar suas defesas nucleares.

Novos tipos
De acordo com a agência de notícias russa Itar-Tass, Medvedev afirmou que é preciso construir "novos tipos de armamentos" e "alcançar o domínio aeroespacial".

"Planejamos iniciar a produção em série de navios de guerra - primeiramente submarinos nucleares, que levam mísseis de cruzeiro e submarinos multifuncionais", disse.

"Vamos desenvolver também um sistema de defesa aeroespacial", acrescentou.

O governo da Rússia já criticou os Estados Unidos várias vezes devido aos planos americanos para implantação do escudo antimísseis, que usará foguetes baseados na Polônia e radares na República Checa.

A Rússia afirma que o plano americano desestabiliza o equilíbrio estratégico entre os dois países e que, por isso, seria "forçada a reagir".

Os Estados Unidos, por sua vez, afirmam que o sistema é um elemento-chave para sua segurança e para a segurança de seus aliados. O plano americano quer o sistema operando em 2012.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG