Rússia ameaça posicionar bombardeiros e mísseis na Belarus

A Rússia poderá posicionar bombardeiros e mísseis na vizinha Belarus em resposta aos planos dos Estados Unidos de instalar um escudo antimísseis na Europa do Leste, declarou nesta quarta-feira o embaixador russo em Minsk, segundo as agências russas.

AFP |

"Poderemos falar de mísseis Iskander, de bombardeiros estratégicos na Belarus, em Kaliningrado (Rússia)", afirmou o embaixador Alexander Surikov, citado pela agência Interfax.

Rússia e Belarus estão ligadas por um acordo de 1994 que estipula a retirada das armas nucleares que a ex-URSS havia instalado nesta ex-república soviética, recordou.

Os Estados Unidos querem implantar, até 2011-2013, dez mísseis interceptadores na Polônia, acoplados a um ultrapotente radar na República Tcheca, para proteger seu território contra eventuais ataques de países como o Irã.

O atual presidente russo Dimitri Medvedev, assim como seu predecessor e atual primeiro-ministro, Vladimir Putin, ameaçaram em várias ocasiões responder à instalação desse escudo, achando que o mesmo é uma ameaça para a Rússia.

Em julho de 2007, Moscou também ameaçou mobilizar mísseis no encrave de Kaliningrado, situado entre a Polônia e a Lituânia, às porta da UE.

Washington e Praga assinaram um acordo para a instalação do radar na República Tcheca.

tk-vl/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG