Moscou, 21 ago (EFE).- O presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, agradeceu hoje à Síria pelo apoio dado a Moscou no conflito com a Geórgia pela Ossétia do Sul.

"Agradecemos à Síria por seu apoio frente às atuações ilegais da Geórgia, que promoveu agressão contra (a região separatista georgiana da) Ossétia do Sul", disse Medvedev, citado pela agência de notícias "RIA Novosti", ao reunir-se com seu colega sírio, Bashar Asad, em Sochi, balneário russo do Mar Negro.

O presidente sírio declarou que seu país compreende as ações da Rússia na resolução do conflito na Ossétia do Sul e as qualificou como "resposta" à provocação da Geórgia.

Segundo Asad, os problemas que surgiram no Cáucaso em relação com a agressão por parte da Geórgia e o processo de paz no Oriente Médio são duas questões que se assemelham em muitos aspectos, já que ambas as regiões têm uma importância estratégica.

"Queremos mostrar nosso apoio à postura da Rússia nesse conflito e à situação em geral em torno da Abkházia e da Ossétia do Sul", ressaltou.

O presidente sírio afirmou que seu país entende "a essência da postura russa" e compreende a operação militar, que considera "uma resposta às provocações por parte da Geórgia".

Segundo Asad, a Síria "avalia a postura valente das autoridades russas", que tomaram a decisão de recuar suas tropas da zona do conflito georgiano-osseta.

Por outra parte, declarou que a "Síria tenta e continuará tentando desenvolver relações estratégicas com a Rússia".

"Essas relações têm se desenvolvido bem, sobretudo nos últimos anos".

Medvedev classificou as relações entre Rússia e Síria tradicionalmente como "fator-chave" no diálogo em torno das questões mais complexas e atuais no terreno internacional. EFE egw/fr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.