Rússia adverte contra conclusões apressadas sobre foguete norte-coreano

O lançamento de um foguete da Coreia do Norte gerou preocupação, mas a comunidade internacional não deve tirar conclusões apressadas ao decidir sua resposta, afirmou o ministro das Relações Exteriores russo, Serguei Lavrov.

AFP |

"Devemos evitar as conclusões apressadas. A situação nos preocupa. Gostaríamos de examinar isto cuidadosamente", afirmou o chanceler russo, segundo a agência Itar-Tass.

A Coreia do Norte anunciou no domingo que colocou em órbita um satélite de telecomunicações Kwangmyongsong-2, que difundirá cantos patrióticos.

No Conselho de Segurança da ONU, reunido domingo, Rússia e China vetaram o projeto dos países ocidentais de uma condenação enérgica ao disparo norte-coreano, sob a alegação de que o mesmo violou a resolução 1718 de outubro de 2008 que proíbe a Coreia do Norte de realizar testes nucleares ou disparos de mísseis.

A Coreia do Norte descreveu o foguete lançado no domingo - um míssil Taepodong-2 de três fases com um alcance estimado de 6.700 km - como um simples lançador de satélite.

neo/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG