inevitáveis - Mundo - iG" /

Rússia admite que sanções ao Irã podem ser inevitáveis

O ministro de Assuntos Exteriores da Rússia, Serguei Lavrov, manifestou nesta terça-feira a convicção das autoridades russas de que é possível solucionar a questão do programa nuclear iraniano pela via diplomática, mas advertiu que, às vezes, as sanções são necessárias e inevitáveis.

EFE |

"Estamos convencidos de que existe a possibilidade de uma solução diplomática para os problemas existentes, primeiramente os referentes ao fornecimento de combustível para o reator científico de Teerã", afirmou Lavrov na entrevista coletiva que concedeu ao término de uma reunião com o seu colega finlandês, Alexander Stubb.

O chefe da diplomacia russa negou a existência de um novo projeto de resolução no Conselho de Segurança (CS) da ONU que contemple sanções ao Irã.

"Não existe um projeto de resolução assim. Nossos parceiros ocidentais debatem ideias que, na opinião deles, poderiam estar contidas em uma resolução semelhante", explicou Lavrov, citado pela agência "Interfax".

Ao mesmo tempo, o diplomata destacou que, "se a parte iraniana, como antes, não responder de maneira construtiva às sugestões que a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) apresentou a Teerã, será proposto um debate sobre a questão iraniana no Conselho de Segurança".

Caso esse debate aconteça, acrescentou Lavrov, a Rússia partirá do pressuposto de que "as sanções não solucionam os problemas, mas muitas vezes são necessárias e inevitáveis".

Leia também:

Leia mais sobre programa nuclear do Irã

    Leia tudo sobre: irã

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG