Rússia acusa G7 de justificar as ações agressivas da Geórgia

A Rússia acusou nesta sexta-feira o grupo dos sete países mais ricos do mundo (G7) de justificar as ações agressivas da Geórgia, por se opor à decisão de Moscou de reconhecer a independência de duas regiões separatistas georgianas.

AFP |

"Em uma declaração divulgada em 27 de agosto, o G7 condena o reconhecimento por parte da Rússia da independência da Ossétia do Sul e da Abkházia", afirma um comunicado do ministério russo das Relações Exteriores.

"Esta postura é tendenciosa e tenta justificar as ações agressivas da Geórgia", acrescenta.

Os chanceleres dos países do G7 afirmaram na quarta-feira, em uma declaração conjunta, que a "decisão da Rússia (de reconhecer Abkházia e Ossétia do Sul) coloca em dúvida seu compromisso com a paz e a segurança no Cáucaso".

"Condenamos o excessivo uso da força militar por parte da Rússia e sua contínua ocupação de partes da Geórgia", destacava a declaração do G7, formado por Estados Unidos, França, Grã-Bretanha, Alemanha, Itália, Japão e Canadá.

neo/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG