R.Unido revisa exportações de armas a Israel por causa do conflito em Gaza

Londres, 21 abr (EFE).- O Governo do Reino Unido está revendo suas exportações de armas a Israel por causa do conflito na Faixa de Gaza, informou hoje o ministro de Assuntos Exteriores do país europeu, David Miliband, em uma declaração enviada ao Parlamento.

EFE |

O ministro negou o uso de componentes fabricados no Reino Unido em aviões não tripulados utilizados por militares israelenses na ofensiva lançada em dezembro passado contra esse território palestino.

No entanto, Miliband reconheceu que vários componentes dos caças F-16 e dos helicópteros de combate Apache foram fornecidos por firmas do Reino Unido a fabricantes dos Estados Unidos, onde as aeronaves são construídas antes de ser entregues a Israel.

O ministro disse em seu texto que os controles de exportação de armas em vigor no Reino Unido estão "entre os mais estritos e mais eficazes do mundo", mas acrescentou que eles serão revistos no caso de Israel por causa do ocorrido na Faixa de Gaza.

"Posso confirmar que estamos analisando todas os parâmetros existentes para determinar se alguma delas tem que ser reconsiderada à luz dos recentes eventos de Gaza", escreveu o chefe da diplomacia do Reino Unido, acrescentando que "todas as solicitações futuras serão examinadas levando em conta o recente conflito". EFE fpb/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG