R.Unido recomenda britânicos a evitarem viagens ao Irã

Londres, 22 jun (EFE).- O Governo do Reino Unido disse hoje que, salvo em casos de extrema necessidade, os britânicos não devem viajar ao Irã, que desde as eleições presidenciais do último dia 12 é sacudido por protestos e distúrbios.

EFE |

Em nota, o Ministério de Assuntos Exteriores ressaltou que ainda não é necessário aconselhar os britânicos a deixar o Irã. Porém, o Governo já decidiu repatriar os familiares dos diplomatas que o Reino Unido tem em Teerã.

O Executivo disse ainda que, por precaução, os britânicos que se encontram no Irã devem evitar participar das manifestações e de grandes concentrações públicas.

A Chancelaria do Reino Unido reconheceu que "a violência contínua teve um grande impacto na vida cotidiana das famílias" dos diplomatas que trabalham em solo iraniano.

"Consequentemente, vamos retirar os familiares até que a situação melhore", diz a nota, que também não considera necessário reduzir o número de diplomatas no momento. EFE jr/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG