pós-crise - Mundo - iG" /

R.Unido pagará tratamento a cidadãos com depressão pós-crise

Londres, 8 mar (EFE).- O Governo do Reino Unido destinará 13 milhões de libras (14,5 milhões de euros) para pagar os serviços terapêuticos de cidadãos que tenham problemas psicológicos, como depressão ou ansiedade, em consequência da crise econômica.

EFE |

O ministro da Saúde britânico, Alan Johnson, anunciou hoje que essa medida faz parte de um plano que pretende ajudar milhões de pessoas que perderam o emprego, estão com dívidas ou terminaram relacionamentos, entre outros problemas.

"Na atual desaceleração econômica, existe a possibilidade de que mais gente se sinta ansiosa ou deprimida, e experimente níveis mais baixos de bem-estar mental", afirmou o ministro.

"Se alguém está desanimado após perder o trabalho, a melhor solução é um novo emprego, e ajudamos as pessoas a encontrá-lo onde for possível. Mas, em certos casos, a depressão e a ansiedade podem ser uma barreira para conseguir outro trabalho", disse Johnson.

Para a assistência a essas pessoas, cerca de 3,6 mil terapeutas e centenas de enfermeiras receberão formação para criar, até o final de 2010, uma rede de unidades de auxílio psicológico em escritórios de empregos e ambulatórios de médicos da família.

Além disso, o Serviço Nacional de Saúde (NHS) britânico disponibilizará uma linha especial de telefone para atender os que estiverem deprimidos devido a problemas econômicos.

Segundo dados oficiais, cerca de 6 milhões de pessoas neste país sofrem com problemas de ansiedade ou depressão, e muitos deles continuam recebendo auxílio por incapacidade porque não conseguem procurar emprego. EFE pa/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG