R.Unido investiga 17 suspeitas de gripe suína

Londres, 27 abr (EFE).- O ministro da Saúde britânico, Alan Johnson, informou hoje que estão sendo investigados 17 possíveis casos de gripe suína no Reino Unido, e ressaltou que o país conta com remédios antivirais para tratar metade da população.

EFE |

Em declaração ao Parlamento, Johnson disse que as autoridades sabem, até o momento, de 25 possíveis casos de gripe suína, dos quais oito já deram resultado negativo.

Outros três casos estão à espera do resultado dos exames, enquanto os outros 14 estão em uma fase preliminar de investigação.

O ministro disse que, durante os últimos cinco anos, o país veio se preparando para uma eventual pandemia de gripe.

"Temos reservas suficientes de antivirais para tratar mais de 33 milhões de pessoas, o que equivale à metade da população do Reino Unido", afirmou Johnson.

Entre os casos citados antes, estava o de uma mulher canadense suspeita de ter contraído gripe suína e que estava fazendo vários exames em um hospital de Manchester (norte da Inglaterra), mas os resultados deram negativo.

Dois britânicos que visitaram na semana passada o México, onde mais de 100 mortes podem ter sido causadas pelo foco de gripe suína que afeta o país, foram internados no domingo em um hospital escocês com sintomas de gripe, apesar das autoridades terem indicado que seu estado não representa risco para a saúde pública.

A ministra da Saúde do Governo escocês, Nicola Sturgeon, informou que os viajantes permanecem em observação, enquanto realizam vários exames para determinar se foram infectados com a gripe suína.

Sturgeon, que disse que os sintomas dos afetados eram leves e não pareciam preocupantes, insistiu em que "não há um risco imediato para a saúde na Escócia".

As autoridades sanitárias do Reino Unido estão em alerta, após a detecção de focos de gripe suína nos Estados Unidos e no México, que, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), pode se transformar em uma pandemia mundial. EFE pa/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG