R.Unido confirma 3 novos casos de gripe suína

Londres, 30 abr (EFE).- As autoridades britânicas informaram hoje sobre três novos casos de gripe suína, o que eleva para oito o número de pessoas afetadas pela doença no Reino Unido.

EFE |

Segundo um porta-voz do Ministério da Saúde britânico, "há três novos casos confirmados de gripe suína no Reino Unido, dois em Londres e um no nordeste (na localidade de Newcastle)".

Assim, acrescentou o porta-voz, "são oito os casos confirmados no Reino Unido, seis na Inglaterra e dois na Escócia".

"As medidas já adotadas e as que continuam se adotando ajudarão a garantir que responderemos bem diante da eventualidade de uma pandemia", disse o representante do Ministério da Saúde.

A confirmação do sexto caso de gripe suína coincidiu com a alta recebida pelas duas primeiras pessoas que foram hospitalizadas neste país, um casal escocês que tinha viajado a Cancún (México).

O primeiro-ministro escocês, Alex Salmond, disse que Iain e Dawn Askham "estão muito bem", após serem tratados pelos médicos.

Na Escócia, há outras 27 pessoas que mostraram sintomas da doença e cujos casos estão sendo analisados, enquanto, em outros 24 casos, já se descartou uma relação com a doença, informou Salmond ao Parlamento escocês.

O Ministério da Saúde colocou hoje em andamento uma campanha nacional para alertar a população - através da imprensa escrita, da televisão e do rádio - sobre a gripe suína no Reino Unido.

A mensagem pede que população cubra o nariz e a boca com um lenço de papel ao tossir e espirrar, e depois lave as mãos.

No caso do anúncio televisivo, um homem aparece espirrando em um elevador, no qual estão também um casal e uma criança, e observa-se os germes se espalhando para as outras pessoas.

O assessor médico do Governo, Liam Donaldson, admitiu hoje que haverá "muitos mais casos" de gripe suína, à medida que o vírus se espalha, mas a maioria das pessoas se recuperará bem.

Donaldson disse estar "preocupado, mas não alarmado", com esta gripe, e ressaltou que o Reino Unido está preparado.

"Muita gente que tem gripe, inclusive com uma nova variante, se recuperará bem. É uma doença horrível, mas é curta", disse Donaldson, em declarações à "BBC". EFE fpb-vg/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG