Rudd remodela Governo australiano após renúncia de ministro

Sydney (Austrália), 6 jun (EFE).- O primeiro-ministro australiano, Kevin Rudd, anunciou hoje mudanças em seu gabinete após a renúncia nesta semana do ministro da Defesa, Joel Fitzgibbon, depois de um caso de violação do código de conduta do Governo.

EFE |

Rudd anunciou que a pasta de Pessoal, Material e Ciências de Defesa será assumida por Greg Combet, ex-secretário do Conselho Australiano de Sindicatos Trabalhistas, em substituição de Warren Snowdon, que passará a ser ministro da Saúde para Indígenas, e Saúde Rural e Regional.

Já Mark Arbib, ex-secretário-geral do Partido Trabalhista Australiano para o Estado de Nova Gales do Sul, será o novo titular de Participação Trabalhista, dependente do Ministério do Trabalho, em substituição de Brendan O'Connor.

O chefe de Governo também anunciou a renúncia do veterano ministro do Interior, Bob Debus, de 65 anos, que planeja se retirar da vida política após 28 anos de serviço.

Fitzgibbon já havia sido substituído na sexta-feira por John Faulkner, dirigente da facção socialista do Partido Trabalhista.

O ex-ministro da Defesa apresentou sua renúncia após admitir que seu irmão Mark Fitzgibbon, diretor da companhia de seguros NIB, teve uma série de reuniões com o Governo e uma companhia seguradora americana, e que custeou despesas ministeriais.

A renúncia de Fiztgibbon é a primeira no gabinete de Rudd desde que os trabalhistas assumiram o poder após sua vitória nas eleições de novembro de 2007. EFE mg/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG