RSF pede libertação de jornalista que jogou sapatos em Bush

Paris, 16 dez (EFE).- A organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF) pediu hoje a liberdade do jornalista iraquiano Muntazer al-Ziadi, que jogou, no último domingo, seus sapatos contra o presidente americano, George W.

EFE |

Bush.

"Evidentemente, lamentamos que o jornalista tenha utilizado esse procedimento para protestar contra a política do presidente americano. Mas, por razões humanitárias e para amenizar as tensões, pedimos a liberdade de Muntazer al-Ziadi, que está há dois dias detido pelas autoridades iraquianas", indica a RSF em comunicado.

A organização diz ainda que solicitou "aos serviços de segurança iraquianos que garantam a integridade física do jornalista, que visivelmente se feriu durante a detenção".

Procurado pela RSF, o responsável de operações do Ministério do Interior iraquiano, Abdel Karim Khalaf, explicou que o repórter foi detido em "flagrante delito" de "ofensa a um chefe de Estado estrangeiro" e que pode ser condenado a até sete anos de prisão.

Segundo esse membro do ministério, o jornalista não sofreu maus tratos. EFE jaf/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG