A organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF) pirateou na manhã desta sexta-feira uma freqüência de rádio FM em Pequim para fazer campanha pela liberdade de expressão na China, horas antes do início oficial dos Jogos Olímpicos.

Às 08H08 local, uma voz masculina falando em francês e dublada em inglês enviou uma mensagem dirigida às autoridades chinesas: "Pouco importam as medidas tomadas, vocês nunca poderão abolir a liberdade de expressão".

As freqüências de rádio são controladas com rigor na China, mas segundo a RSF, a FM pirata de Pequim está no ar "graças a pequenos transmissores e antenas móveis".

"Bem-vindo à rádio Sem Fronteiras de Pequim, uma emissora criada pela organização de defesa da imprensa Repórteres Sem Fronteiras para informar sobre a liberdade de expressão na China", disse uma voz em inglês.

Em seguida, o secretário-geral da RSF, Robert Ménard, leu uma mensagem em francês, reproduzida em inglês e chinês.

Ménard explicou que a rádio é "a melhor brincadeira que se pode fazer com as autoridades chinesas, que mantêm dezenas e dezenas de jornalistas e internautas presos".

"Apesar de tudo, há pessoas que podem dizer o que vocês querem ouvir, em pleno coração de Pequim, pacificamente, sem violência. Isto é uma maneira de dizer que a censura não funciona".

Posteriormente, vários defensores chineses dos direitos humanos refugiados no exterior deram seu depoimento, em chinês.

A cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de 2008 começará no dia 8 de agosto, às 20H08 (09H08 Brasília).

ger/ap/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.