RSF denuncia fechamento de publicações e prisão de jornalistas no Irã

Paris, 3 mar (EFE).- A organização Repórteres sem Fronteiras (RSF) denunciou hoje o fechamento do jornal iraniano Etemad e da revista Irã Dokht, além de afirmar que as autoridades do país continuam detendo jornalistas.

EFE |

A RSF solicitou ainda a "libertação de todos os jornalistas e internautas detidos arbitrariamente, sem respeitar as leis em vigor no Irã e condenados injustamente por tribunais parciais".

A organização, que defende a liberdade de imprensa, divulgou nota questionando a razão de os jornalistas terem de pedir perdão ao Aiatolá Khamenei para conseguir sua libertação "se não fazem mais que informar seus cidadãos".

Segundo a RSF, diante dos 110 profissionais presos e pelo menos 20 veículos censurados, "é o regime da República Islâmica do Irã que tem que pedir perdão às vítimas assim que as libertar". EFE.

jaf/dp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG