RSF denuncia ataque a jornalista brasileiro

Paris, 19 abr (EFE).- A organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF) denunciou hoje a agressão sofrida pelo jornalista brasileiro Handson Laércio e constatou sua preocupação com o aumento deste tipo de ataques no Brasil.

EFE |

No dia 14 de abril, Laércio, locutor de rádio e apresentador do canal "TV Mearim", levou um tiro na mão em frente a sua casa, na cidade de Bacabal, no Maranhão, depois de ter feito denúncias em seu programa policial, segundo a RSF.

O apresentador tinha recebido ameaças de morte anteriormente e em diversas ocasiões.

A RSF denunciou em comunicado que este tipo de agressão "não é novidade no Brasil" já que, segundo um relatório da Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ), os ataques a esses profissionais no país estão aumentando.

Além disso, de acordo com o mesmo relatório, cada vez mais os agressores são agentes do Estado ou pessoas mandadas por eles.

"A situação dos jornalistas no Brasil continua sendo preocupante", argumentou a organização, que lembrou que o país ocupa atualmente o 71º posto em uma classificação mundial da RSF sobre a liberdade de imprensa em 175 Estados. EFE vm/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG