Rótulo de vinho imita bula de remédio na Toscana

Por Barbara Cornell MILÃO (Reuters) - Se você é do tipo que perde o sono imaginando como seria uma bula de remédio para o vinho, fique tranquilo.

Reuters |

O site para amantes do vinho www.winenews.it, da Toscana, criou uma paródia perfeita para um rótulo de vinho usando como base informações sobre remédios, incluindo indicações terapêuticas, doses, interações e efeitos colaterais.

"Ativador oral de prazer", começa, em italiano. "O produto, se tomado nas doses recomendadas, tem efeitos hilários, introspectivos e evocativos; reduz inibições e afrouxa o controle. É capaz de fazer o mundo parecer mais belo e inspira sonhos, poesia e fantasias."

A inspiração para o rótulo, entretanto, não tem tanta graça.

Frustrado com as eternas mudanças nas exigências para a rotulagem dos vinhos impostas pela União Européia, o diretor da WineNews, Alessandro Regoli, decidiu levar as normas às últimas - e absurdas - consequências.

"Não é apenas uma piada", disse ele à Reuters. "É uma provocação feita para fazer pensar."

Também foi criada para fazer rir, com ou sem a ajuda de um ativador oral de prazer.

"A dose diária recomendada para adultos", por exemplo, é de 33 centilitros por dia a ser tomada duas vezes nas principais refeições.

A dose não depende apenas do peso corpóreo e da capacidade de absorção, mas da ocasião da utilização. Um jantar com amigos ou dias especiais permitem um pequeno aumento - se bem avaliado.

Como era de se esperar, o vinho "altera a capacidade de dirigir e operar máquinas" e interage "de forma efetiva e positiva" com lasanha, presunto da Toscana, carneiro assado, queijo de cabra envelhecido, entre outras iguarias italianas.

As normas para a rotulagem de vinho da União Européia têm evoluído desde que começaram os avisos sobre sulfitos em 2004, disse Regoli.

As últimas regras propostas, que poderão ser efetivadas até 2010, incluem informações sobre calorias, proteínas, gorduras e vitaminas do vinho.

Regoli contou que quis fazer uma paródia sobre as regras em constante mudança porque elas custam caro para os pequenos produtores de vinho.

O rótulo foi colado em 280 garrafas de uma combinação especial de vinho criada pelas pessoas responsáveis pelo site WineNews.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG