Rota de cocaína via Natal preocupa polícia da Espanha

A cidade de Natal (RN) faz parte de uma rota de tráfico de cocaína que está se tornando uma das principais vias aéreas de entrada da droga na Europa, de acordo com a polícia da Espanha. A estimativa de investigadores espanhóis é de que de 20 kg a 30 kg de cocaína por mês entrem no país por meio de uma rota que inclui a cidade nordestina, além de Lisboa e Madri.

BBC Brasil |

Os detetives espanhóis têm atuado em conjunto com autoridades portuguesas na investigação da rota desde outubro de 2007.

Segundo o delegado Francisco Miguelañez, chefe da Brigada Central de Entorpecentes da Espanha, esse caminho é uma opção "relativamente nova" pela qual, devido à menor fiscalização, os traficantes vem optando para trazer a droga para a Europa.

"Os acessos do que chamamos Paralelo 10, a estrada mundial da droga, através de Venezuela e Colômbia, estão cada vez mais queimados pelos exaustivos controles de fronteira", disse Miguelañez.

"Natal realmente está aumentando o volume de tráfico, e estamos mais atentos."
Apreensões
Na madrugada desta terça-feira, a polícia apreendeu 30 mil papelotes de cocaína no aeroporto de Barajas, em Madri. A droga havia vindo de Natal via Lisboa, e na Espanha alcançaria o valor de 300 mil euros (aproximadamente R$ 767 mil) no mercado negro.

Foi a quarta apreensão de cocaína nesta rota em 2008, totalizando 48 kg neste ano.

A maior carga apreendida nos últimos meses foi a da Operação Natal, no dia 21 de dezembro do ano passado.

Na ocasião, uma quadrilha brasileira tentava abastecer o mercado de Bilbao, no norte da Espanha, com 200 mil papelotes de cocaína, estimados em dois milhões de euros (cerca de R$ 5,1 milhões).

África
Estas cifras são pequenas em relação ao volume de negócios das quadrilhas de narcotráfico. Segundo a polícia, 90% da cocaína que se consome na Europa chega por meio de barcos que fazem a rota América do Sul-África-Europa.

Para a polícia espanhola, a África é uma rota fácil para os narcotraficantes por causa da corrupção. Dali, a droga sai por barcos, pequenos aviões e balsas.

Em novembro de 2007, 473 kg de cocaína proveniente da África foram apreendidos no litoral de Cádiz, no sul do país.

Foi apenas uma parte das 46 toneladas retidas no ano passado na Espanha, que é a principal porta de entrada da droga no continente europeu.

Só no país são feitas 48% de todas as apreensões de cocaína na Europa a cada ano.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG