Rosales deve ter resposta de pedido de asilo até quinta-feira, diz advogado

Lima, 27 abr (EFE).- O advogado do líder opositor venezuelano Manuel Rosales disse hoje esperar que haja uma resposta oficial do Governo peruano até quinta-feira a respeito do pedido de asilo político feito por seu cliente.

EFE |

Segundo disse à Agência Efe o advogado Javier Valle Riestra, todos os trâmites já foram cumpridos por Rosales, que na sexta-feira apresentou à Chancelaria peruana os argumentos com os quais sustenta seu pedido de asilo.

O caso será conduzido ao vice-ministro das Relações Exteriores do Peru, depois ao ministro e por último ao presidente do país, Alan García, que dará a palavra final sobre o pedido do político venezuelano.

Rosales chegou ao Peru e se hospedou em um luxuoso hotel, que deixou em seguida para se alojar em lugar ainda não identificado.

Segundo seu advogado, o venezuelano deve estar na residência de algum amigo compatriota que mora em Lima.

Rosales, que é o atual prefeito de Maracaibo, justificou seu pedido de asilo ao dizer que é "um perseguido político, que foi vereador, governador, prefeito e opositor do presidente (venezuelano) Hugo Chávez nas últimas eleições", nas palavras de seu advogado.

O político venezuelano aproveitou a ocasião para pedir desculpas pelas polêmicas declarações que deu à televisão em Lima nas quais insultou Chávez, revelou Riestra. EFE fjo/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG