Rompimento de dique deixa mortos no sul da Bulgária

Barragem cedeu por conta de degelo e fortes chuvas; inundações deixaram ao menos oito mortos e dez desaparecidos

iG São Paulo |

Uma barragem se rompeu nesta segunda-feira no sul da Bulgária provocando uma onda de 2,5 metros que inundou um vilarejo perto da fronteira com a Grécia. Segundo o Ministério do Interior do país, quatro morreram afogados e mais de 50 foram retiradas da região. Outros quatro morreram quando os carros em que estavam foram arrastados pela água.

Reuters
Homem é resgatado no vilarejo de Bisser, no sul da Bulgária

O rompimento do dique na Reserva de Ivanovo, provocado pelas intensas chuvas e o degelo, inundou 700 casas no vilarejo de Bisser, informou a chefe de Defesa Civil, Nikolai Nokolov. Quatro corpos foram encontrados, sendo três deles de homens idosos, registrou a prefeita de Bisser.

De acordo com a AP, a água lamacenta atingiu as casas, levando carros e animais e derrubando árvores. Casas foram destruídas e alguns residentes tiveram de subir sobre telhados para sobreviver.

Habitantes em Bisser foram resgatados e passarão a noite em abrigos de emergência, enquanto as autoridades tentam chegar aos locais mais atingidos. Nas operações de resgate, que contaram com equipes da Defesa Civil e o Exército, também participaram dois helicópteros militares e quatro automóveis blindados.

O governador do distrito, Irena Uzunova, disse que outros quatro foram mortos e dez seguem desaparecidos nas inundações que derrubaram pontes e invadiu rodovias. A agência de Defesa Civil da Bulgária fez um alerta, pois dois diques maiores, em Ivaylovgrad e Studena, também estão quase transbordando e, portanto, seus habitantes devem se preparar para uma retirada do local. O governo também alertou a Turquia e a Grécia das inundações.

O premiê Boiko Borisov e o ministro do Interior Tsvetan Tsvetanov foram à região afetada ao final da segunda-feira e pediram ajuda emergencial. Os serviços de trem foram suspensos no sul da Bulgária e muitas rodovias continuaram fechadas.

Todo o sul da Bulgária está em alerta máximo e três regiões declararam estado de emergência por causa das diversas inundações causadas pelo degelo da grande quantidade de neve que caiu durante a onda de frio intenso que atingiu os Bálcãs e outras partes da Europa. A esse quadro se acrescentaram fortes chuvas após a alta das temperaturas, deixando várias estradas intransitáveis.

Os meteorologistas previram uma forte queda das temperaturas nos próximos dois dias, além de novos temporais. Os especialistas advertiram que uma nova camada de até 50 centímetros de neve e ventos vindos do nordeste também devem provocar mais geadas.

Onda de frio

Os problemas na infraestrutura e nas redes de transporte se multiplicam na Europa como consequência da onda de frio e neve que há dez dias não dá trégua ao continente, enquanto continua aumentando o número de mortos, que supera os 250. O frio causou caos no tráfego em toda a Europa , bloqueando estradas e forçando o fechamento de aeroportos do Reino Unido à Rússia

Saiba mais: Neve na Europa danifica infraestrutura e redes de transporte

Apenas nos três países mais atingidos pela onda de frio, Ucrânia, Polônia e Romênia, contabilizou-se no domingo ao menos mais 23 mortes, em sua maioria sem-tetos, com o total de vítimas fatais chegando a 131, 53 e 34, respectivamente. Na Ucrânia, o país mais duramente atingido, a temperatura chegou nesta segunda a 36 graus negativos, com cerca de 2,3 mil tendo buscado tratamento por causa de ulcerações por frio ou hipotermia.

As autoridades mantêm seus respectivos dispositivos de ajuda e, nos três países, foram estabelecidos milhares de centros de amparo nos quais os cidadãos podem se proteger do frio. As fortes nevascas que castigam a Europa desde 27 de janeiro também causam graves contratempos nas estradas, no transporte aéreo e ferroviário, bem como no fornecimento de energia.

Com AP, Reuters e EFE

    Leia tudo sobre: bulgáriaeuropadiquebarrageminundaçãomortes

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG