Mitt Romney vence prévia em Washington

Ex-governador de Massachusetts demonstra força na corrida para dez disputas que vão ocorrer na próxima terça

EFE |

O ex-governador de Massachusetts Mitt Romney ganhou no sábado os caucus do Estado de Washington, a última prévia antes da Superterça, no qual dez Estados comparecerão às urnas para escolher o candidato republicano para as eleições de novembro nos Estados Unidos.

Vitórias : Romney vence primárias de Michigan e Arizona e amplia favoritismo

Reuters
Mitt Romney discursa neste sábado em evento de sua campanha em Dayton, no estado de Ohio

Vantagem: Romney vence primárias de Wyoming com 39% dos votos

Com mais de 60% dos votos apurados, Romney conquistou 37% dos votos, enquanto o congressista pelo Texas Ron Paul e o ex-senador da Pensilvânia Rick Santorum empataram com 24%. Em último ficou o ex-presidente da Câmara de Representantes (Deputados) Newt Gingrich, com 11%.

A vitória de Romney o consolida como favorito após ter vencido em New Hampshire, Flórida, Nevada, Maine, Michigan, Arizona e Wyoming.

Ter um bom resultado na noite de sábado era fundamental para causar uma boa impressão aos eleitores do Alasca, Geórgia, Idaho, Massachusetts, Dakota do Norte, Ohio, Oklahoma, Tennessee, Vermont e Virgínia, que vão às urnas na próxima terça-feira. Em um só dia serão definidos 419 delegados dos 1.144 necessários para assegurar a nomeação e espera-se que, finalmente, a disputa se reduza a dois candidatos.

Infográfico: Quem são os principais pré-candidatos republicanos?

Saiba mais: Veja especial sobre as eleições nos EUA

O empate no segundo lugar demonstra o bom desempenho de Paul com o público e a perda de impulso de Santorum, mas nada é definitivo para esta semana.

Embora as votações da Superterça ocorram em dez Estados, a atenção estará centrada em Ohio, que concederá o maior número de delegados e é um dos mais representativos da população global do país. De acordo com a tradição eleitoral dos EUA, todo pré-candidato que ganha nesse Estado leva a nomeação do partido.

Santorum quer mostrar que a corrida no Partido Republicano é entre dois candidatos, enquanto Romney precisa ficar em bom lugar para se consolidar como o principal aspirante. "Psicológica e politicamente, Ohio é crítico", indicou o estrategista republicano Ralph Reed ao Washington Post. Se Santorum ganhar em Ohio, isso o ajudará a arrecadar fundos e estender sua participação na disputa; se for Romney, confirmará sua aura de favorito, explicou.

Após conhecer os resultados, Romney afirmou que os eleitores de Washington enviaram um sinal que não querem alguém da classe dirigente de Washington dentro da Casa Branca. "Querem um homem de negócios conservador que entenda o setor privado", disse em comunicado de Ohio, onde fez campanha no sábado.

Romney atacou o presidente Barack Obama, que acusou de não ter ideias: "Não tem mais desculpas, e em 2012 asseguraremos que fique sem trabalho", disse para seus partidários.

No começo da semana passada, Santorum liderava a corrida em Ohio, mas, após a vitória de Romney em Michigan e Arizona, perdeu espaço. No entanto, segundo a média de pesquisas feita pela página especializada em política Real Clear Politics, ainda está na frente de Romney com 35% a 29,3% das intenções de voto.

    Leia tudo sobre: eleição nos euaeuaRomneycaucus washingtonsantorumron paulgingrichrepublicanos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG