Romney chega como favorito às primárias de New Hampshire

Se conquistar Estado após ter vencido em Iowa, candidato será o único a conseguir dobradinha nas primeiras disputas do calendário

iG São Paulo |

A batalha pela candidatura presidencial republicana chega nesta terça-feira ao pequeno Estado de New Hampshire, cujas primárias se transformaram em um de seus principais traços de identidade. Conhecido como "Estado da Rocha" por suas montanhas, New Hampshire constitui a segunda parada dos aspirantes republicanos que seguem em disputa após os caucus (assembleias populares) de Iowa , vencidos em 3 de janeiro por Mitt Romney .

- Primeira disputa: Romney vence prévia republicana em Iowa por apenas 8 votos

AP
Pré-candidato republicano Mitt Romney faz discurso durante evento em Nashua, New Hampshire
- Disputa longa: Entenda como funcionam as eleições americanas

Romney, que venceu em Iowa por uma diferença de apenas oito votos para Rick Santorum , é o favorito na primária desta terça-feira. Os oponentes quase reconheceram totalmente que ele, que é ex-governador do Estado vizinho de Massachusetts, vencerá em New Hampshire - onde tem uma casa de férias e passou uma boa parte dos dois últimos anos cortejando os eleitores. As urnas começaram a ser abertas desde as 9 horas de Brasília e serão fechadas às 23 horas de Brasília.

Os primeiros votos foram depositados na minúscula Dixville Notch depois da meia-noite local (21 horas de segunda-feira em Brasília), deixando o ex-governador e o ex-embaixador na China Jon Huntsman empatados com dois votos cada. O ex-presidente da Câmara dos Representantes Newt Gingrich e o deputado Ron Paul, do Texas, ganharam um voto cada.

Se conquistar New Hampshire depois de Iowa, Romney se tornará o único candidato que conseguiu essa dobradinha nas duas primeiras disputas do calendário. Uma grande vitória lhe garantiria impulso enquanto os outros pré-candidatos voltam suas atenção para a próxima disputa, a primária de 21 de janeiro na Carolina do Sul, que pode ser crucial.

Nesse Estado conservador no sul do país, o relativamente moderado Romney terminou em quarto na primária de 2008. Mas pesquisas recentes mostram que o ex-governador agora detém uma forte liderança. Uma vitória na Carolina do Sul poderia criar a impressão de que ele será o indicado inevitável para concorrer com o presidente dos EUA, o democrata Barack Obama, na eleição presidencial de novembro: desde 1980, a primária desse Estado sempre é vencida pelo político que acaba sendo escolhido candidato do Partido Republicano à Casa Branca.

"Muitos republicanos por aqui (Carolina do Sul) não gostam de Romney", disse Lee Bandy, veterano colunista do jornal The State, em Columbia, referindo-se aos dois terços de eleitores republicanos das primárias que são cristãos evangélicos e veem com desconfiança as posições liberais de Romney, que é mórmon , a respeito de assuntos sociais, como aborto e casamento homossexual.

Mas, segundo o colunista, muitos desses eleitores conservadores decidiram votar em Romney por acharem que ele acabará sendo o indicado. "O objetivo aqui é destronar Obama, e não há um movimento real na direção de outro candidato."

- Saiba mais: Veja o especial sobre as eleições nos EUA 2012

- Desafio: Em 2012, pior rival de Obama é seu próprio governo

- Infográfico: Quem são os principais pré-candidatos republicanos?

História de New Hampshire

Com apenas 1,3 milhão de habitantes e no coração de Nova Inglaterra, onde se instalaram os pais fundadores no século 17, New Hampshire representa o retorno às origens dos EUA. É notória a vinculação com a outra margem do Atlântico ao observar os inúmeros povoados batizados com o nome de localidades britânicas como Portsmouth, Manchester e Rochester.

O lema do Estado "Live Free or Die (Viva livre ou morra, em livre tradução)", visível em todas as placas dos carros, faz referência ao fato de ser o primeiro Estado que rompeu com o Reino Unido em 1776 na busca da independência para fazer parte dos 13 primeiros Estados dos EUA.

New Hampshire é um conhecido destino turístico, especialmente pelas formosas paisagens naturais e estações de esqui que permanecem abertas durante todo o ano, e conta também com 1,3 mil lagos e 64 mil km de rios, por isso que também é conhecida como "A mãe dos rios".

Da mesma forma que Iowa, o perfil da população é majoritariamente branca (94%), enquanto negros e hispânicos não representam mais do que 1,1% e 2,8%, respectivamente. Pela situação de fronteira com o Canadá, o Estado registra o maior percentual de descendentes franceses e franco-canadenses dos EUA, com 24,8%.

A capital é Concord, com 42 mil habitantes, embora a principal cidade seja Manchester, com 110 mil habitantes, conforme os números do censo de 2010. Desde 1952, as primárias de New Hampshire são por lei as primeiras do país depois dos caucus de Iowa.

*Com AP, Reuters e EFE

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG