Romney busca consolidar status de favorito em Nevada

Ex-governador de Massachusetts lidera pesquisas sobre disputa republicana no Estado, que ocorre neste sábado

iG São Paulo |

O pré-candidato à presidência dos Estados Unidos Mitt Romney é o favorito para vencer o caucus de Nevada, que ocorre neste sábado e é mais uma etapa da disputa republicana que vai definir o adversário de Barack Obama na eleição de novembro.

Saiba mais: Veja o especial sobre as eleições dos EUA

AP
Romney faz campanha em Elko, Nevada, na véspera do caucus do Estado (03/02)

Uma vitória em Nevada seria a segunda consecutiva de Romney e sua terceira nas primeiras cinco disputas. Na sexta-feira, ele pediu que seus simpatizantes não deixem de participar do caucus, durante evento de campanha em um estacionamento em frente a uma pizzaria em Henderson, perto de Las Vegas.

Duas pesquisas de opinião realizadas nesta semana em Nevada mostraram Romney pelo menos 20 pontos percentuais à frente do seu principal rival, Newt Gingrich.

Em 2008, quando tentou ser o candidato presidencial republicano e foi derrotado por John McCain, Romney venceu o cáucus de Nevada com 51% dos votos. Grande parte da população do Estado é mórmon como o pré-candidato.

Romney, que é ex-governador de Massachusets, foi muito criticado durante a semana por ter sugerido que era indiferente aos americanos pobres .

"Não estou preocupado com os muitos pobres, aí temos uma rede de segurança. Se ela precisa de reparos, eu vou consertá-la", afirmou, em entrevista à rede CNN. "Você pode escolher onde focar, pode focar nos ricos - esse não é o meu foco; você pode focar nos muito pobres - esse não é o meu foco; meu foco são os americanos de renda média, os aposentados que vivem da Previdência, pessoas que não conseguem encontrar trabalho."

Romney afirmou em seguida que seus comentários foram tirados do contexto e que sua intenção era dizer que voltaria sua energia para ajudar os americanos de classe média. "Vocês têm que pegar a frase inteira, porque ela soa muito diferente”, afirmou.

As críticas tiraram o brilho do triunfo de Romney na Flórida , onde ele conseguiu 46% dos votos contra 32% de Gingrich.

A vitória era considerada fundamental para devolver o favoritismo a Romney, após perder a primária da Carolina do Sul para Gingrich. Romney já tinha vencido a primária de New Hampshire , enquanto o caucus de Iowa foi liderado por Rick Santorum. A próxima parada dos republicanos é o Estado de Nevada.

Exultante, Romney discursou a seus partidários para agradecer a vitória na Flórida e, já assumindo a condição de candidato do partido, atacar Obama. "Senhor presidente, elegeram-no para liderar, mas o senhor optou por deixar-se mandar. Chegou o momento de colocá-lo de lado", avaliou Romney.

Com AP e Reuters

    Leia tudo sobre: eleição nos euacaucus nevadarepublicanosromneygingricheua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG