Bucareste, 29 mar (EFE).- A Romênia, depois da China, é o país do qual mais ataques são lançados contra computadores, segundo um estudo da multinacional de segurança em informática Symantec publicado hoje pelo jornal Tunante.

Até 21% das tentativas de obtenção de dados de outros computadores têm sua origem na Romênia.

Os hackers romenos, que concentram a maioria de seus esforços em fraudes comerciais, puseram o país na frente de Reino Unido, Estados Unidos e Taiwan, considerados potências no setor informático, no ranking da pirataria virtual.

Os piratas da Romênia têm fama de estarem entre os melhores do mundo, devido ao grande número de especialistas no país.

Na Romênia, a cidade de Timisoara é considerada o 'Vale do Silício' do Leste europeu, dadas as várias companhias de desenvolvimento de softwares que se instalaram nela.

Muitas empresas foram atraídas pela boa formação dos profissionais e pelos baixos salários, já que a Romênia é, junto com Bulgária, o país com os salários mais baixos da União Europeia (UE).

EFE Mg/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.