Romênia só aumentará tropas no Afeganistão se outros da Otan fizerem o mesmo

Bucareste, 1 abr (EFE).- O presidente romeno, Traian Basescu, disse hoje que seu país não é um abastecedor incondicional de tropas para o Afeganistão, e que só aumentará seus efetivos se outros países da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) fizerem o mesmo nas zonas de conflito.

EFE |

Em entrevista ao canal "TVR1" publicada hoje pela imprensa, o chefe de Estado lembrou que a Romênia cumpriu seu compromisso e aumentou suas tropas de 500 para 780 militares por solicitação da Otan na cúpula de Riga, e que estes atuam na região de conflito no sul do Afeganistão.

Basescu disse que a Romênia pode enviar ao Afeganistão mais uma companhia (120 militares) preparada para missões da Otan, mas que não fará isso "enquanto outros retiram suas tropas ou as deslocam para zonas menos perigosas".

"Faço uma chamada aos aliados, para ter o mesmo tipo de participação", disse Basescu. EFE av/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG