Romênia corta pensões e salários para evitar quebra

Bucareste, 6 mai (EFE).- O presidente da Romênia, Traian Basescu, anunciou hoje cortes, a partir de junho, de 15% nas pensões e de 25% nos salários de funcionários públicos para evitar a quebra do país.

EFE |

Bucareste, 6 mai (EFE).- O presidente da Romênia, Traian Basescu, anunciou hoje cortes, a partir de junho, de 15% nas pensões e de 25% nos salários de funcionários públicos para evitar a quebra do país. Os cortes estão dentro das propostas do Fundo Monetário Internacional (FMI) para que o déficit público da Romênia não supere este ano 5,9% do Produto Interno Bruto (PIB), como tinha sido pactuado entre as duas partes. A situação financeira da Romênia - na União Europeia desde 2007 - é muito delicada. Por isso, o país se viu obrigado em maio do ano passado a aceitar um crédito de emergência de 20 bilhões de euros do FMI e da UE para evitar um colapso econômico. EFE mg-jk/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG